sábado, 14 de maio de 2011

Os 10 mais dinossauros incriveis


O maior:

Argentinosaurus huinculensis
Período: Final do Cretáceo
Comprimento: de 35 a 45 metros
Peso estimado: 80 a 100 toneladas
Alguns paleontólogos consideram um peso em torno de 50 toneladas, enquanto outros acreditam que o Seismosaurus era ainda maior, chegando a 50 metros, mas não há evidências concretas.

O maior pescoço:

Mamenchisaurus
Período: final do Jurássico
Comprimento: 25 metros
Peso e altura: incertos
Mais da metade do comprimento total de seu corpo é composta pelo pescoço, que media cerca de 15 metros. Um esqueleto quase completo
desse dinossauro foi encontrado
em Mamenchi, China. Ao contrário
do diplodocus, o peso de seu
corpo não era contrabalanceado
por uma cauda comprida.





O maior dente:

Tyrannosaurus rex
Período: final do Cretáceo
Comprimento: até 12 metros.
Seus dentes podiam atingir até 30
centímetros, contando com a raiz.
Acredita-se que o tiranossauro também tenha
sido o dinossauro com o olfato mais
desenvolvido.



A maior cabeça:

Pentaceratops
Período: final do Cretáceo
O pentaceratops, um dinossauro da
América do Norte, tinha um crânio de
mais de 3 metros de comprimento. Outros
dinossauros do mesmo grupo, como o
torosaurus, também são conhecidos
por possuírem crânio muito longo.








O mais alto:

Sauroposeidon Proteles
Período: Cretáceo
Comprimento: 30 metros
Peso estimado: 30 a 40 toneladas
Foi descrito em 2000, nos EUA, e corresponde
a um parente do Brachiosaurus. São
conhecidas apenas vértebras do pescoço,
mas estima-se que seja o saurópodo mais alto
já encontrado, podemos chegar a até
20 metros de altura.

A maior cauda:

Diplodocus longus
Período: final do Jurássico
Comprimento: 23 a 27 metros
Peso estimado: 12 toneladas
A maior cauda já encontrada em um animal
era constituída por mais de 70 vértebras.
Dinossauros relativamente leves, os diplodocos
tinham pés estreitos em relação ao peso
do corpo, como os elefantes. A cauda
enorme servia para ajudar a equilibrar o corpo.


O mais veloz:

Período: Cretáceo
Os ornitomimossaurídeos(imitadores de aves), como
o Struthiomimus, eram provalvemente os mais
velozes. Sua semelhança com avestruzes
sugere que podiam correr tão rápido
quanto elas. Alguns paleontólogos acreditam
que o Dromiceiomimus brevitertius pudesse
correr de 75 a 80 Km/h.




O menor:

Microraptor zhaoianus
Período: Cretáceo
comprimento: entre 40 e 60 centímetros
Terópode(dinossauro bípede) chinês
recentemente descrito. Foram
encontrados restos de tecido mole(como pele),
que apresentam indícios de penas primitivas.






O mais antigo:

Período: final do Triássico.
Pode ser o argentino Eoraptor lunensis ou
o brasileiro Staurikosaurus pricei,
ambos com idade estimada entre 225 e 230
milhões de anos e cerca de 1 metro
de comprimento.






As maiores garras:

Therizinosaurus cheloniformis
Período: Cretáceo
Comprimento: possivelmente até 11 metros
Esse dinossauro possuía garras de imprecionantes 60
centímetros em um braço de 2,5 metros.
Os primeiros restos encontrados correspondem apenas
às garras e por isso seus descobridores pensaram que
se tratava de uma enorve tartaruga. Atualmente considera-se
que o Therizinosaurus seja um dinossauro 
terópode(bípede). Apesar disso, os cientistas até hoje
debatem como seria sua aparência e seus hábitos
alimentares.


Fonte: Revista Galileu nº 164

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário